Gestão

Reputação em jogo: recall gera perda de receita e compromete imagem da Unilever

Por: - 6 anos atrás

O recall de Ades fez a Unilever perder até R$ 224 milhões em vendas no Brasil; a imagem do produto foi alvo de críticas e viralizou nas redes sociais, com memes, piadas e muitas críticas ao produto

Franqueados contam como conseguiram ser os melhores em faturamento de suas redes

Por: - 6 anos atrás

Acompanhar de perto o dia a dia e seguir as recomendações da franqueadora garante bom desempenho da loja, gerenciar sem se envolver diretamente em questões operacionais e o famoso “vestir a camisa” são algumas das dicas dadas por franqueados de algumas redes de franquias Quem escolhe investir numa franquia, em vez de começar um negócio do zero, se lança no mercado com uma operação já testada, com uma marca, muitas vezes, já reconhecida, e conta com treinamento e suporte do franqueador. Este ?pacote? é oferecido a todos os franqueados da rede. E aí, fica a pergunta: o que faz com que uma franquia se destaque mais que as outras? Esta pergunta foi respondida pelos franqueados das redes Di Vetro, Lig-Lig, Restaura Jeans, Container Segurança, Água Doce, Direito de Ouvir e WSI que ocupam a primeira colocação no ranking de faturamento. Acompanhar de perto o dia a dia e seguir as recomendações da franqueadora garante bom desempenho da loja Há um ano, André Bogado e Leonardo Malucelli Prendin são franqueados da Di Vetro ? rede de lojas oriunda de Curitiba, que oferece perfumes e cosméticos finos importados com preços competitivos. Mas, nesse curto período, já possuem três franquias e conquistaram o primeiro lugar em faturamento com a loja do Shopping Cidade, na capital paranaense. De acordo com os sócios, o excelente resultado da loja se deve a dois pontos essenciais: atender ao manual da franqueadora, seguindo todas as recomendações, e acompanhar de perto o dia a dia das lojas. Tessari afirma que ele e o sócio visitam as franquias cinco ou seis vezes por semana, para que saibam, quase em tempo real, quais são as necessidades e demandas a serem atendidas. ?Vemos o que falta, o que precisa repor. Vivenciamos o dia a dia da loja?, diz. Outra regra de ouro para ter um bom faturamento, segundo ele, é atender às recomendações do manual da franqueadora. ?A franqueadora da Di Vetro, Celi Silva, tem muita experiência no negócio. Então, as dicas de venda e abordagem que constam no manual são valiosas e dão muito certo?, relata o franqueado. Dedicação e foco para ter resultados positivos Cladir Maria Conte Liu, franqueada da Lig-Lig tem quatro lojas da rede na cidade de São Paulo: Jabaquara, Jardins, Moema e Campo Belo. Mas foi a unidade do Jabaquara que atingiu o primeiro lugar em faturamento entre todas as franquias do Brasil. ?Foi uma escolha consciente. Eu elegi a loja do Jabaquara para, neste período, dedicar a ela mais tempo?, afirma Cladir, que passa três horas por dia diretamente na operação da loja e mais duas horas no gerenciamento do negócio (que inclui as demais unidades). ?É preciso estar presente na operação do negócio para detectar problemas, saber o grau de satisfação dos clientes. Não adianta ter um negócio como este e não querer colocar o pé na cozinha, esfriando na geladeira e esquentando no fogão?, acredita. A franqueada atribui o bom resultado também ao fato de que sua equipe é motivada, o ambiente de trabalho é bom, a localização de sua loja é privilegiada ? com intensa atividade comercial ao redor ? e de haver facilidades para distribuir os motoboys no delivery. ?Além disso, somos pioneiros em comida chinesa na região e investimos muito em marketing. O cardápio de nossos clientes é sempre novo?, revela. Gerenciar sem se envolver diretamente em questões operacionais é segredo para sucesso de franquia em Salvador Em Salvador, a loja da Restaura Jeans é a primeira colocada em faturamento. Os sócios Fabiano Santos Azevedo Souza e Dilma da Silva Amaral explicam que isso aconteceu porque eles priorizam o gerenciamento do negócio. ?É preciso tirar a barriga e colocar o olho no balcão?, resume Souza. Ele explica: ?Para nós, isto significa vivenciar diariamente o negócio e participar do cotidiano, sem deixar que as tarefas mais operacionais ocupem o maior espaço. Assim, surgem novas ideias e conseguimos fazer o processo funcionar, sem fazer parte dele?. Souza reforça que esta é a diferença entre ser dono/franqueado e funcionário. ?Nosso papel é descobrir como o processo pode melhorar, sem deixar que ele tome conta?, afirma. Franqueados há sete anos, os sócios dizem que a meta é atingir o faturamento estabelecido e que tornar-se o primeiro da rede é uma consequência de ter esse objetivo cumprido. Empate no primeiro lugar em faturamento reafirma boas possibilidades de negócio A Container Segurança ? rede que loca containeres almoxarifados, módulos habitáveis (escritório, dormitório, refeitório, vestiário, etc) e banheiros para obras, indústrias, residências, reformas e até eventos ? é pioneira no ramo. E a confirmação de que esse é um bom negócio também veio quando duas franquias, a de Jundiaí e a de Americana (ambas no interior de SP), empataram no primeiro lugar em faturamento. Em Jundiaí, os sócios Renato Bertani, Luiz Marcos Silva e Maria José Tomaz da Silva contam que o sucesso foi atingido com muito foco e trabalho, seguindo as diretrizes da Franqueadora. ?Estamos em uma região próxima da franqueadora, o que facilita o trabalho. Também temos um bom relacionamento com os arquitetos que são, de fato, os que decidem pela colocação do container, na maior parte das vezes?, afirma Bertani.Já Bruno Vitachi Franco, sócio de Luciano Vitachi Franco na unidade de Americana da Container Segurança, usou a propaganda como instrumento. ?Fizemos exatamente o que a franqueadora pediu: uma divulgação muito forte. E também ganhamos na negociação, porque pudemos fazer preços abaixo da concorrência?, resume Bruno Franco. Em Barueri (SP), no Shopping Tamboré, a unidade da Água Doce conquistou o primeiro lugar na lista das franquias da rede que mais faturam. Segundo os sócios Italo Bruno di Marzio e Paulo Cesar Grohmann, que já contam com outra franquia da rede também em Alphaville, a casa instalada no shopping faz sucesso devido à sua belíssima ambientação e ao trabalho dedicado de toda a equipe. ?Alcançamos esse excelente faturamento também em função do bom ponto comercial onde ela se localiza. Agora, estamos otimistas também com relação à nova unidade que foi inaugurada com um diferencial: o horário estendido. Abriremos a partir das 11h, todos os dias da semana, e só fecharemos quando o último cliente for embora?, diz Paulo Cesar Grohmann. ?Trabalhamos muito e, por isto, os bons resultados aparecem?. Resultados positivos em curto espaço de tempo estimulam franqueado a abrir outra unidade A unidade de Uberlândia (MG) da Direito de Ouvir ? rede de franquias especializada em venda, manutenção e suporte técnico de várias marcas de aparelhos auditivos, pilhas e outros acessórios ? está sob o comando de Luiz Fernando Frange há apenas seis meses, mas já conquistou o topo da lista de franquias da rede que mais faturam. Por isso, Frange já pensa em abrir uma segunda franquia em breve, provavelmente em uma cidade próxima a Uberlândia. ?Os resultados superaram as expectativas iniciais?, anima-se. De acordo com ele, a razão para tal sucesso é o modelo de negócio criado pela franqueadora. ?A franqueadora sai do discurso e entra na prática, com uma estratégia de marketing efetiva?, afirma. Na opinião do franqueado, como o negócio tem perspectiva de crescimento e expansão para o futuro ? já que a expectativa de vida da população vem aumentando e o envelhecimento é uma das principais causas da perda auditiva ? o negócio tem potencial para passar de pai para filho. ?Não imaginei que o modelo de negócio fosse dar tão certo. É gratificante ajudar quem precisa e ainda ganhar dinheiro com isso. Espero deixar minhas franquias como herança para meus filhos?, projeta. Acreditar nos produtos e serviços e seguir as recomendações da franqueadora são os diferenciais para um bom faturamento Há três anos, Marcelo Cruz abriu, em Araraquara (SP), uma unidade da WSI ? franquia canadense que é líder mundial em marketing de Internet, presente em 80 países, além do Brasil. Hoje, sua unidade é a que mais fatura na rede. ?Acredito muito no que eu vendo, trabalho com dedicação e tenho uma equipe muito competente?, afirma. Ele diz, porém, que não é só isso que construiu o sucesso de sua franquia. ?Sigo o modelo preconizado pela franqueadora. Se alguém procura uma franquia, o faz pela estrutura que a franqueadora oferece porque o negócio já vem formatado. Por isso o franqueado deve aproveitar o know-how oferecido Não adianta querer reinventar a roda?, acredita.

Brasil lança campanha de alimentos orgânicos para a Copa

Por: - 6 anos atrás

A campanha dos ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e do Desenvolvimento Agrário busca incentivar a comercialização e o consumo de produtos orgânicos e da agricultura familiar nas 12 cidades-sede da Copa por meio do aumento de oportunidades para que cooperativas divulguem e vendam seus produtos

Pagamentos móveis: kit de desenvolvimento de software para PMEs

Por: - 6 anos atrás

O SDK gratuito pode ser usado em qualquer dos nove países onde a iZettle opera. Uma vez integrado, um único clique conecta o aplicativo ao leitor de cartões da iZettle para receber pagamentos. Em seguida, o aplicativo passa a conter todas as informações relevantes para a geração de recibos e a administração de sistemas associados

Avanço dos meios eletrônicos de pagamentos pode ajudar a elevar o PIB de um país

Por: - 6 anos atrás

Estudo mostra que crescimento de 10% dos meios eletrônicos de pagamentos pode elevar o PIB do Brasil em 1%. Caso Brasil registre crescimento 30% no uso dos meios eletrônicos de pagamento, em quatro anos, pode obter aumento de 3,65% no PIB

Os oito conceitos mais em evidência na NRF

Por: - 6 anos atrás

Durante Pós-NRF do Grupo Ibevar Novarejo, Eduardo Terra cita os conceitos que mais se destacaram nesta edição do evento internacional

Integração de canais para melhorar experiência no pré, durante e pós-venda

Por: - 6 anos atrás

O principal objetivo da Avanade é oferecer uma solução que suporte as empresas e consumidores no pré, durante e pós-venda, promovendo uma nova relação de consumo e sem gargalos

Contradições e fatos do varejo em 2013

Por: - 6 anos atrás

Senhores varejistas, despertem para a realidade da situação, busquem parceiros que possam lhes ajudar a diminuir esses elevados e crescentes índices de perdas, independentemente do seu tamanho

Conheça as tendências em atendimento para 2014

Por: - 6 anos atrás

Estratégias de engajamento ?1to1?, atendimento multicanal e serviços na nuvem para pequenas e médias empresas devem movimentar setor no próximo ano. Telefone perde força em relação ao engajamento virtual, buscando o cliente onde ele estiver

Avon inaugura canal de vendas via smartphone

Por: - 6 anos atrás

Por meio de um aplicativo, disponível para download na Apple Store e Google Play, consumidor pode enviar o pedido online. Fortalecimento do revendedor é a estratégia da empresa

Capital paulista é 5º maior mercado da América do Sul

Por: - 6 anos atrás

Em estudo sobre a economia paulistana, entidade identifica a grandeza da capital, responsável por mais de 11% do PIB do país e 31% do faturamento varejista do estado

Vamos melhorar nosso rolezinho no Facebook?

Por: - 6 anos atrás

Quem está certo e quem está errado nesse palco aqui? Quem usa bem e que usa mal o Facebook? São perguntas que, pra mim, não nos cabe achar respostas