Panoramas da evolução do varejo figital em 2019

Lojas físicas ainda representam 62% da preferência de compra. Já no online, os smartphones estão sendo utilizados por 50% dos consumidores

Crédito: Shutterstock

A PWC acaba de publicar o Global Consumer Insights Survey 2019, um estudo mundial que apresenta a evolução da digitalização do varejo global e brasileiro nos últimos anos, evidenciando as mudanças no comportamento de consumo.

Os dados coletados revelaram que 23% dos brasileiros têm o hábito de fazer compras online semanalmente, enquanto 34% já fazem mensalmente. O grande destaque da pesquisa vai para o consumo via smartphone, que em 2019 atingiu o ápice e agora faz parte do hábito de 50% dos brasileiros.

23% dos brasileiros já têm o hábito de fazer compras online semanalmente

Mesmo com o advento da digitalização do mercado, ao contrário do que se pensava, as lojas físicas se mantêm como o canal de maior representatividade com 62%, o que demonstra a resiliência do varejo físico e sua capacidade de adaptação aos gostos dos clientes que, cada vez mais exigentes, escolhem os canais preferidos segundo sua necessidade.

Para traçar a evolução do mercado digital, desde 2013 a pesquisa Global Consumer Insights Survey pergunta para as pessoas com qual frequência elas compram produtos usando diferentes canais. Confira nos gráficos as mudanças notadas nos últimos sete anos:

Os brasileiros no geral são conectados e costumam ser usuários frequentes das redes sociais. Também é importante lembrar que mais do que a média global, são abertos ao uso de aplicativos para pagar contas, consultar faturas do cartão, monitorar os indicadores de saúde, fazer compras, entre tantas outras funções.

Na jornada figital (que une o físico e o digital), os consumidores esperam que a missão de compra seja efetuada com a mesma facilidade, independentemente do canal que está utilizando. Assim, o desafio se estabelece na experiência oferecida ao cliente, que precisa ser livre de fricções e maximizar a satisfação dos compradores.

Estudos recentes da PWC em conjunto com a GFK demonstram que uma melhor experiência de compra figital impacta diretamente na frequência e no aumento das oportunidades de relacionamento entre shoppers e marcas. A empresa avalia que para atingir melhores resultados no negócio é preciso trabalhar a omnicanalidade das plataformas físicas e digitais, trazendo ao consumidor o melhor da performance dos dois mundos.


+ NOVIDADES NO VAREJO DIGITAL

7 Exemplos de aplicação de sinalização digital

Alelo quer ajudar estabelecimentos a ampliarem experiência digital

A relação entre marketing digital e o avanço do mobile no varejo brasileiro