Venda de mobile cresce 125% no Dia das Crianças. Veja a lista de produtos mais vendidos

Estudo registrou que os aparelhos celulares são a opção preferida dos consumidores que fazem compra de última hora

Dia das Crianças

Crédito: Shutterstock

Um levantamento feito pela Criteo, plataforma de publicidade da internet aberta, constatou um aumento de 125% no volume de vendas feitas de última hora de telefones celulares no Dia das Crianças .

De acordo com o estudo, as vendas atingiram picos de 125% no caso dos mobiles e 126% nos desktops já no dia 8 de outubro. Embora o pico do segundo item tenha sido ligeiramente maior, o de dispositivos móveis foi atingido depois do pico de computadores, indicando os aparelhos celulares como a opção preferida dos consumidores que fazem compras nas vésperas.

Entre as peculiaridades registradas nesse Dia das Crianças pela pesquisa da Criteo, está o desaceleramento do ritmo de vendas no final de setembro e o crescimento de 35% na última semana antes da data.

“Esta melhora de desempenho também pode ser um reflexo do quanto a conveniência trazida pelo aprimoramento dos canais omnichannel tem impactado, positivamente o número de conversões no país”, analisa Luca Marzano, Head de Account Strategy e Mid-Market da Criteo no Brasil.

Uma das novidades foi o segmento de Moda de Luxo que entrou para a categoria de presentes mais procurados nas compras em cima da hora, registrando um aumento de 8% nos pedidos feitos na véspera da data.

Para realizar o levantamento a empresa analisou mais de 74,1 milhões de transações de compras no varejo em computadores, smartphones e tablets de mais de 800 grandes anunciantes no Brasil.


Confira a lista das categorias que tiveram os maiores aumentos de venda:

Motocicletas (193%)

Computadores de mesa e tablets (137%)

Bolas de futebol (137%)

Roupinhas de bebê (136%)

Carrinhos e caminhões de controle remoto (134%)

Brinquedos para os primeiros anos de vida (134%)

Bicicletas (130%)

Itens de joalheria: colares (130%); braceletes (127%); anéis (125%)


+ DIA DAS CRIANÇAS 2019

Dia das Crianças: consumidores vão às compras, mas com cautela

Lojas e marcas com conceitos humanitários para apostar no Dia das Crianças