4 Empresas de logística que podem ajudar pequenos e médios varejistas

Startups e empresas já consolidadas apostam em tecnologia para cortar custo de frete, um dos maiores gastos das lojas virtuais

logística

Foto: Shutterstock

Ao lado de tributação, a logística é vista como um dos principais desafios para o e-commerce brasileiro. Os varejistas se queixam de custos altos e problemas de segurança, enquanto os consumidores reclamam de longos prazos de entrega.

Entre armazenagem, transporte e manuseio das mercadorias, os gastos com o frete são os maiores. Uma pesquisa da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) mostrou que os gastos com transportadoras representam 65,9% dos custos logísticos de varejistas online.

Fonte: ABComm

Esse número cresceu na comparação com o ano passado, quando os gastos com frete representavam 58,1% do total de custos com logística.

Diante dos altos custos e da infraestrutura precária, as empresas precisam investir em tecnologia para entregar às lojas virtuais logística eficiente.

A NOVAREJO listou quatro companhias que ajudam pequenas e médias empresas a baratear e agilizar os fretes.

Uello 

A startup criou uma rede com pequenos armazéns espalhados por toda Grande São Paulo. A rede colaborativa possibilita a diminuição de custos logísticos em até 30%, segundo a empresa. O valor varia em relação às demandas e tamanho de cada empresa que solicita o serviço.

Além da redução de custo, a Uello ainda promete mais agilidade nas entregas. Por armazenar os produtos em vários pontos da cidade as chances de estar mais perto do consumidor são maiores. As entregas podem ser realizadas em até 24hrs graças à capilaridade da rede.

“Com modelo de logística mais descentralizado, os produtos saem de lojas próximas do endereço do consumidor final e não de centros distantes das cidades e isto barateia o custo logístico, facilita o atendimento e diminui o tempo de entrega do produto”, destaca Fernando Sartori, fundador da Uello.

A Uello tem uma rede de mais de mil motoristas cadastrados. Assim, consegue fazer mais de três mil entregas por dia. Empresas como Arezzo, MMartan, Canon, Victorinox, B.blend, Enjoei e Mary Kay são clientes da startup.

Diálogo Logística 

É mais uma empresa que não tem frota. A Diálogo investe na inteligência operacional para fazer a entrega de 300 mil volumes por mês em 1,2 mil cidades do Sul.

A companhia desenvolveu um aplicativo próprio que permite que os entregadores terceirizados atualizem em tempo real o status das entregas. Essa tecnologia facilita o processo de rastreamento das encomendas e controle da própria Diálogo, já que a empresa não tem veículos em sua frota e gerencia a atuação de centros de distribuição, empresas de frete e de coleta terceirizados.

A empresa atende grandes players do comércio eletrônico nacional: Netshoes, Magazine Luiza, Carrefour, Via Varejo e Renner.

“Atualmente manter um estoque custa muito dinheiro para as companhias. Lojas têm estoques pequenos e não podem ter desperdício com compra errada. Então a tendência é que elas façam pedidos menores e com mais frequência e é neste ramo que atuamos”, explica Ricardo Hoerde, CEO da empresa.

Motoboy.com

A Motoboy.com é um marketplace que conecta motoboys a pequenas mercadorias. Um dos diferenciais da empresa é a autenticação dos entregadores. Podem utilizar a plataforma apenas motoboys autônomos, treinados, com licença de motofrete e regularizados como microempreendedores individuais.

“Enquanto outras empresas para entrega exploram o modelo ‘trabalhar mais rápido para ganhar mais’, a Motoboy.com preza pelo respeito da categoria”, diz Jonathan Pirovano, CEO da Motoboy. “Orientamos os parceiros a sempre trabalharem dentro das normas e oferecemos um manual de boas práticas para evitar acidentes ocasionados pelo excesso de velocidade e imprudência no trânsito”, completa.

Fundada em 2013, a empresa já tem mais de 130 mil usuários cadastrados e recebeu R$ 1,5 milhões em aportes de empresas como o Banco BMG. Em agosto, a Motoboy.com atendeu mais de 25 mil locais em todo o Brasil.

Movetogo

A missão da empresa é entregar com pontualidade. A Movetogo faz a coleta e entrega das encomendas na Grande São Paulo. Além de entregar na casa dos consumidores, a empresa ainda permite que os clientes coletem os produtos em pontos de retirada.

Um dos diferenciais da Movetogo é realizar a pesagem das encomendas no local da retirada, além de oferecer um serviço de reforço de embalagem sem custo adicional.

Na plataforma da empresa, o varejista faz a cotação, escolhe entre retirada ou entrega no destino, inclui os dados e assim que o pagamento é confirmado recebe o prazo e acompanha todo o trajeto do produto.


LEIA MAIS
Novos caminhos para o velho problema da logística varejista
Aplicativo de mobilidade com leilão de preço chega a SP para competir com Uber e 99
Aceleradora global para negócios de logística e mobilidade seleciona startups
Logtech vai além da logística e conquista clientes pelo atendimento personalizado