O que esperar das vendas de Dia dos Pais

Varejo físico deve ter alta de dois dígitos enquanto vendas nas lojas físicas devem crescer abaixo de 5%, de acordo com projeções

Dia dos Pais

Foto: Pexels

O Dia dos Pais não é a data mais importante para o varejo nacional. Mas, ainda assim, o dia comemorativo promete aumento de receita em um mês sem feriados prolongados e considerado por muitos o mais longo do ano. O setor varejista está animado para conhecer os resultados das vendas até o próximo domingo.

As entidades envolvidas com o e-commerce e varejo físico projetam, unanimemente, crescimento nas vendas. Enquanto o varejo físico crescerá abaixo dos 5%, segundo projeções, as lojas online devem registrar mais de 10% de aumento nas vendas para o Dia dos Pais.

Para Luís Augusto Ildefonso da Silva, Diretor Institucional da ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping), o crescimento das vendas tem relação com a liquidação de inverno.

“Como o Dia dos Pais é sempre no segundo domingo de agosto, ele tem um fator positivo que é bater com as liquidações de inverno. Com o preço nas vitrines extremamente convidativos, as pessoas acabam se sentindo mais entusiasmadas para poder gastar um pouco mais”, explica.

Confira as principais estimativas de desempenho das vendas no Dia dos Pais em comparação com o mesmo período do ano passado. Vale destacar que as duas últimas projeções da lista levam em consideração apenas o e-commerce.

Projeções de crescimento das vendas de Dia dos Pais por várias entidades

Naturalmente, o varejo online tem uma curva de crescimento superior às lojas físicas. A expectativa da Ebit | Nielsen é que o e-commerce fature R$ 2,4 bilhões neste ano, o que representa crescimento de 13% na comparação com o ano passado.

Crescimento do faturamento do e-commerce brasileiro no Dia dos Pais

Fonte: Ebit | Nielsen

Segundo Ana Szasz, líder da Ebit|Nielsen, um fator que influencia nesta variação é o valor dos presentes.

“Esse crescimento se dá pela busca de presentes com um desembolso maior e ajuda a solidificar o e-commerce como canal de vendas em datas comemorativas, garantindo conveniência e facilitando a comparação de preços”.

A estimativa da Ebit | Nielsen é que o tíquete médio fique em R$ 419, 2% acima do observado em 2018.

Evolução do tíquete médio no comércio online brasileiro no Dia dos Pais

Fonte: Ebit | Nielsen

 

Crescimento das vendas de Dia dos Pais no e-commerce brasileiro 

Fonte: Ebit | Nielsen

+ NOTÍCIAS

Dia dos Pais: inteligência artificial analisa o perfil dos pais mais famosos da TV
Dia dos Pais: 38% vão gastar mais e ticket médio chega a R$298
Os pais mudaram. E o Dia dos Pais, também?