Sites de marcas são os preferidos entre os brasileiros para compras, diz pesquisa

Pesquisa também revelou que a maioria do público jovem busca informações sobre os produtos no Instagram. Facebook aparece como preferência entre os mais velhos

compras

Foto Pexels

Na era em que o varejo digital segue em disparada, quais são as preferências do público na hora de comprar roupas?

Segundo levantamento da pesquisa “Shopper Compass no E-commerce de Vestuário”, promovida pela Shopper Experience, 80% dos brasileiros ainda opta por sites de marcas, ao invés de marktplaces – este último citado por 68% dos entrevistados.

Já os que preferem fazer compras nas plataformas de lojas físicas representam 67%.

Seguindo a tendência mundial, o smartphone continua sendo o dispositivo mais usado entre o público de 18 a 24 anos para compras online (78%).

Já os entrevistados na faixa de 45 a 54 anos preferem usar o tradicional desktop que, apesar de pouco utilizado entre os mais jovens, segue firme e forte entre os mais experientes (73%).

Este público (45 a 54 anos) também representa os principais compradores digitais, com gastos médios de 1,9 mil reais por ano.

Compras

Foto Pexels

Quando o assunto são os principais motivadores de compras e a ferramenta em que o público costuma obter informações sobre os produtos, o Instagram segue em disparado entre 78% dos mais jovens.

Em contrapartida os entrevistados mais maduros preferem pesquisar sobre roupas no Facebook (60%).

E por que a grande maioria dos entrevistados ainda opta pelo site oficial das marcas apesar da grande oferta dos marktplaces?

Para 29% deles a escolha é feita pela facilidade de navegação, enquanto outros 29% privilegiam as entregas feitas no mesmo dia.

O público ouvido pela pesquisa também garantiu que a escolha pelos sites das marcas também se dá por uma questão de tendência. Para 24% deles, essas marcas estão mais antenadas com as últimas novidades do mercado da moda.

Para o estudo foram ouvidas 403 pessoas com idades de 17 a 54 anos, das classes A, B e C.


+ NOTÍCIAS

Vendas no e-commerce crescem quase 8% e setor segue em alta
Grupo Boticário compra e-commerce de cosméticos Beleza na Web
E-commerce brasileiro precisa melhorar a experiência do consumidor, diz estudo
Experiência no varejo: como a inovação pode aprimorar o setor?