O papel da sinalização digital na transformação do varejo físico

A criação de experiências no varejo físico via digital signage se estabelece como tendência. Entenda o conceito e como isto pode ajudar sua loja

digital signage

À medida em que o online avança no Brasil, a grande tendência do varejo físico é se tornar um ponto de experiência para o consumidor, já que a conveniência fica por parte do e-commerce e dos superapps.

Assim, uma pesquisa do portal Digital Signage Today mostra que 60% das empresas estarão focadas em criar experiências para os usuários nos próximos dois anos.

Por isso, o digital signage ganha cada vez mais relevância no varejo.

Conhecido também como sinalização digital, ele nada mais é que comunicação com o consumidor através da utilização de conteúdos digitais via tecnologias de displays, como LCD, painéis de LED ou projetores para exibir informação segmentada, entretenimento, anúncios e criar experiências.

Tipos de digital signage

Existem quatro tipos de propósito de comunicação de digital signage, explica Rodrigo Machado, gerente de Negócios da Epson para o Segmento de Projetores Profissionais, com diferentes características. Entenda:

1.INFORMACIONAL

Os cardápios exibidos em painéis eletrônicos em redes de fast food se encaixam neste gênero. Para Rodrigo, é um mercado “relativamente maduro” no Brasil.

2.BRANDING

É encontrado nos pontos de ônibus das grandes cidades, painéis de outdoor etc. É comum a exibição de anúncios de filmes ou divulgação de novos produtos, por exemplo.

3. EFICIÊNCIA OPERACIONAL

Machado lista os totens de autoatendimento, como os adotados pelas redes de fast food, para exemplificar o modelo.

4. EXPERIÊNCIA

Imagine uma loja de calçados que projete informações sobre um tênis exposto, mudando suas cores e características ou no chão de uma loja para comunicar um produto. Outra experiência bem emblemática é um restaurante que, através da projeção, exiba o cardápio na mesa do cliente para escolher seu pedido ou criar um entretenimento até a chegada de seu prato. Este é o conceito do digital signage voltado para a experiência: usar equipamentos capazes de criar interatividade em qualquer ambiente.

Crédito: Divulgação

 

Como promover o digital signage experiencial

De olho no novo varejo, a Epson vem apostando na promoção da experiência usando projeção como uma forma de sinalização digital.

Desta forma, o modelo é o que mais se relaciona com os desafios atuais do varejo físico, que precisa entregar ao consumidor uma experiência poderosa para criar uma conexão com o consumidor, que tem na palma da mão todas as suas concorrentes.

Por isso, a empresa japonesa, que tem ampla presença no Brasil, oferece várias soluções para os varejistas criarem a tão sonhada experiência inesquecível para o consumidor.

A companhia criou a linha de projetores Epson denominada Laser Signage Solutions, que conta com equipamentos capazes de destacar produtos e projetar em diferentes tipos de superfície, promovendo as soluções de experiência do cliente com o produto desejado.

Já na linha Epson Laser Signage Solutions existe um projetor com design de spot de luz que promove instalações harmoniosas com os projetos arquitetônicos das lojas do varejo, por exemplo, além de modelos que permitem a projeção de imagens de qualquer lugar, equipamentos capazes de projetar a distâncias curtas – como em manequins – e outros que podem integrar projetos de projeção direto em vitrines.

O que levar em consideração

Rodrigo, porém, alerta para algumas fases do processo de criação de um bom projeto: “digital signage, em geral, é uma solução que não depende só do display”.

Segundo ele, para o conceito de digital signage é necessário levar em consideração diversos fatores que passam desde o cuidado com a iluminação do ambiente até a instalação final da solução.

Também é necessário verificar sua infraestrutura de rede, instalar o hardware e ter um software que fará a gestão do conteúdo projetado.

“A criação desse conteúdo é um fator importante, pois é onde você vai impactar o consumidor na decisão da compra”, diz Machado.

Encontrar uma empresa integradora capaz de cuidar desses detalhes é fundamental. A manutenção é outro pilar importante do projeto.

“A área de assistência técnica da Epson tem cobertura nacional.  São mais de 150 assistências espalhadas em todo território, o que dá segurança a qualquer varejista para investir em seus produtos”, defende o executivo.

Na prática

Para mostrar aos varejistas como a sinalização digital ajuda na transformação do varejo físico, a Epson realiza, nos dias 27 e 28 de agosto o evento Laser Signage Solutions, em São Paulo.

A empresa vai reunir soluções em conjunto com empresas integradoras para criar, rapidamente, projetos completos para as lojas.

“Temos tudo de forma pensada para alcançar esse público já com quem realiza. Muitas vezes você vê que a solução é muito legal, mas não sabe como implementar no seu negócio. Então nos preocupamos em reunir as empresas capazes de criar essas soluções para o cliente final no ponto de venda”, justifica Machado.

No evento, a Epson vai mostrar aos varejistas um túnel imersivo, sinalização no chão, cilindro holográfico e uma solução de projeção em vitrine, que será uma das grandes experiências do evento. Além disso, a empresa promove palestras sobre transformação digital e a nova era do varejo físico.

Serviço:

Laser Signage Solutions
Local: Immensità – Av. Luiz Dumont Villares, 392, Santana – São Paulo/SP
Data: 27  e 28 de agosto
Horário: das 10h às 20h
Inscrição gratuita: https://epson.com.br/evento-laser-signage

Crédito: Divulgação