Starbucks inaugura sua loja expressa na China

Rede aposta em entegas e retiradas rápidas para competir com startup que cresce no país asiático. Starbucks Now foi inaugurada em Pequim

Starbucks

Crédito: Divulgação

A Starbucks está testando um novo modelo de loja em um dos seus mercados mais importantes. A rede de cafeterias abriu a primeira loja com o conceito Starbucks Now, em Pequim, na China. O formato foi projetado para oferecer uma experiência mais rápida para os consumidores.

O Starbucks Now vai atender clientes que já fizeram seus pedidos online, motoristas e entregadores que buscam os pedidos feitos via aplicativo. Os consumidores que entram na loja são recebidos por um funcionário da Starbucks em um balcão dedicado a retirada de encomendas.

Crédito: Divulgação

No novo modelo também é possível fazer os pedidos na hora, mas os visitantes não encontram tantas cadeiras e espaços para trabalho como estão acostumados. O menu foi adaptado para privilegiar opções para viagem.

Forte concorrência

O Starbucks se movimenta na China por causa do crescimento da startup Luckin Coffee, que pretende abrir 2.500 lojas no país em 2019. A rede cresceu investindo em um modelo parecido com o lançado pela Starbucks: lojas pequenas e focadas no delivery e retirada rápidos.

A norte-americana planeja abrir mais lojas Starbucks Now em áreas de tráfego intenso. Centros comerciais e pontos de maior movimento no transporte público são sondados pela rede, não apenas em Pequim.