Netshoes convoca reunião para votar proposta do Magazine Luiza após considerar oferta da Centauro insuficiente

Conselho da varejista se preocupa com incertezas em uma possível aquisição pela Centauro. Assembleia de acionistas da Netshoes está marcada para o próximo dia 14

Netshoes

Crédito: Reprodução

Nesta segunda-feira (3), o conselho de administração da Netshoes convocou assembleia de acionistas para votar a proposta de aquisição do Magazine Luiza. A reunião está marcada para o próximo dia 14, às 11h e vai discutir a proposta feita pelo Magalu de U$3,00 por ação pelo controle do e-commerce de artigos esportivos.

O conselho da Netshoes recomenda a aprovação da operação, ainda que o valor oferecido pela Centauro, concorrente direta da empresa, seja maior. A Centauro está disposta a pagar R$3,50 por ação para ter o controle da Netshoes.

LEIA MAIS: Amazon brasileira? Magazine Luiza deve abrir 51 lojas no Norte e expandir logística

Em fato relevante, a Netshoes disse que a proposta da Centauro não é suficiente para assegurar a saúde financeira da companhia: “o conselho de administração da Netshoes, em consulta com seus consultores financeiros e jurídicos, conclui que a proposta da Centaura não fornece garantias suficientes em relação à condição financeira”.

A alta probabilidade de conclusão da transação com o Magazine Luiza pesa na decisão do conselho da Netshoes. O CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) já aprovou a operação. A expectativa da Netshoes é que a incorporação seja concluída cinco dias úteis após aprovação da assembleia. “Qualquer transação potencial entre a Companhia (Netshoes) e Centauro envolveria convocação de uma nova assembleia de acionistas e uma revisão da autoridade antitruste (CADE), o que potencialmente será um procedimento longo, levando a atrasos e incertezas”, diz a Netshoes em comunicado.

LEIA TAMBÉM: Netshoes suspende assembleia e trava venda ao Magazine Luiza

A proposta do Magazine Luiza também é mais vantajosa, segundo o conselho, por ajudar a Netshoes em um prazo menor. “Os desafios de liquidez de curto prazo da Netshoes constituem uma preocupação significativa em relação à proposta da Centauro, tendo em vista um cronograma de dois a quatro meses à frente (da proposta do Magazine Luiza) e falta de garantias suficientes de liquidez durante esse período”.

VOCÊ VIU? Magazine Luiza lança marketplace invertido para integrar outros varejistas ao seu ecossistema