Walmart anuncia planos para construção de nova sede; meta é atrair jovens talentos

Varejista quer acelerar o processo de transformação digital com jovens talentos em meio à competição por profissionais qualificados

Crédito: Divulgação

Na última semana, o Walmart anunciou seus planos para a construção de uma nova sede. O novo escritório será construído em Bentoville, no estado norte-americano do Arkansas e terá muito verde, ciclovias e postos de trabalho ao livre.

No blog da empresa, Dan Bartlett, vice-presidente executivo de assuntos corporativos do Walmart diz que a sede receberá uma academia, creche, estacionamento conveniente e várias opções para alimentação. “Nosso colaboradores querem um espaço que promova conexões reais, criatividade e saúde”, justifica Barlett.

Crédito: Divulgação

O campus do Walmart será dividido em quatro quadrantes e será cortado por uma avenida principal. O quartel-general terá cafeterias, espaços gastronômicos que promovem a alimentação saudável, estacionamentos próximos a cada prédio, mais de 15 hectares de lagos para coleta de água para irrigação e receber animais selvagens.

Crédito: Divulgação

As obras começam no próximo verão, que começa em junho, no hemisfério norte. O objetivo da empresa é abrir a sede em etapas entre 2020 e 2024.

Guerra por profissionais qualificados

Com a construção da nova sede no Arkansas, o Walmart tem dois objetivos principais, que convergem entre si: acelerar o processo de transformação digital e atrair jovens talentos. A consultoria PwC entrevistou 224 CEOs de empresas de tecnologia e descobriu que a busca por novos talentos preocupa os líderes do setor.

Metade dos executivos disse que estão preocupados em encontrar os profissionais que precisam. Ao mesmo tempo, 55% dizem que a falta de talentos está afetando negativamente a capacidade de inovar de sua empresa. O que o Walmart tenta fazer, portanto, é se proteger em meio à competição por profissionais qualificados.

Outro ponto que influencia nessa batalha é o salário mínimo que a empresa oferece. Walmart, Amazon e Target protagonizam uma disputa por melhores condições de trabalho e maiores salários. Recentemente, Jeff Bezos, CEO da Amazon, desafiou seus concorrentes a igualar seu piso salarial, hoje em US$ 15 por hora. O Walmart paga US$ 11 por hora, enquanto a Target paga US$ 13 e já anunciou aumento para US$ 20. A resposta de Dan Bartlett, o mesmo que escreveu no blog do Walmart sobre a nova sede, à Bezos foi: ““Olá rivais varejistas por aí (você sabe quem), que tal pagar seus impostos?”, em referência ao fato de a Amazon não ter pago impostos federais em 2018.

Crédito: Divulgação