Google virou marketplace nos EUA: consumidores podem comprar direto da plataforma

Empresa rivaliza com a Amazon nos EUA ao permitir checkout dentro do Google Shopping. Funcionalidade deve chegar ao YouTube ainda em 2019

Crédito: Divulgação

A Amazon ganhou um concorrente de peso nos Estados Unidos: o Google agora funciona como um marketplace. Além de pesquisar o produto e ser redirecionado ao varejista, o consumidor pode concluir a compra dentro do Google Shopping. A empresa de tecnologia renovou a ferramenta e pretende integrá-la a outros aplicativos, como o YouTube e o Google Imagens.

Os usuários terão um carrinho e poderão adicionar a ele produtos que estão marcados com uma etiqueta do Google. O varejista que quiser que seus produtos sejam marcados para a compra na plataforma precisam participar do Shopping Actions. O programa permite que os produtos apareçam em pesquisas simples no Google, no Google Shopping ou em uma pesquisa via Google Assistente. O consumidor pode comprar o produto diretamente de uma dessas três plataformas, sem passar pela loja virtual.

“As pessoas podem comprar com confiança, sabendo que o Google está lá para ajudar se elas não conseguirem o que estavam esperando, se o pedido estiver atrasado ou se tiverem problemas para obter um reembolso”, disse Surojit Chattarjee, vice-presidente de gerenciamento de produtos e compras do Google.

O Google afirma que, “no momento, não há qualquer previsão de chegada da nova experiência ao Brasil”.

Nova experiência no Google Shopping

Além da funcionalidade que permite o checkout direto, a plataforma recebeu outras mudanças. Os usuários terão uma página inicial personalizada na guia na qual poderão filtrar os resultados de sua pesquisa com base nas características do produto e marcas, ler comentários e assistir a vídeos sobre produtos.

A nova interface do Google Shopping / Crédito: Divulgação

Além da nova cara da aplicação, o Google também adicionou outra nova funcionalidade. Os consumidores podem pesquisar onde comprar determinado produto. É possível saber qual a loja física mais próxima que vende fones de ouvido, por exemplo.

O Google também pretende facilitar o Click&Collect. Os produtos que estiverem disponíveis para retirada serão marcados com uma etiqueta que aparece ao usuário logo de cara. Uma pesquisa da empresa de tecnologia mostrou que 45% dos consumidores globais já compraram online e buscaram o produto na loja.

Agora, Google mostra quando um produto está disponível para coleta na loja / Crédito: Divulgação

Expansão 

Ainda em 2019, o Google vai integrar a solução de checkout direto a outros aplicativos. Google Imagens e YouTube vão receber a funcionalidade, segundo Chattarjee. Hoje, a guia Imagens já uma funcionalidade amigável ao varejo, que mostra produtos dentro das imagens quando o consumidor procura inspirações, como itens de decoração.