Faturamento em shoppings cai 5% durante o Dia das Mães, diz Alshop

Levantamento da associação de shoppings aponta que o resultado negativo aconteceu apesar do aumento no fluxo de clientes nas lojas. Saiba mais

Crédito: Pixabay

O Dia das Mães, segunda principal data do comércio brasileiro, teve alta de 4% no fluxo de pessoas ante 2018, o que, consequentemente, elevou a quantidade de vendas nas lojas. Isso não significou, porém, um aumento do faturamento.

Ao contrário, o varejo de shopping faturou 5% menos que em 2018. Os dados são da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (ALSHOP).

Uma maior quantidade de vendas realizadas acompanhou um gasto consideravelmente menor. O tíquete médio nas lojas também sofreu queda de 10% em relação a 2018.

Redução do crédito

Os tíquetes mais baixos foram causados por uma menor predisposição do consumidor em fazer dívidas, especialmente em carnês e cartões de crédito. “Os consumidores estavam mais cautelosos. Em vez de comprar um presente de R$ 200, acabaram comprando de R$ 150 para dar um conforto ao fluxo de caixa e poderem pagar à vista”, disse o diretor Institucional da ALSHOP, Luís Augusto Ildefonso da Silva.

Cautela

Segundo o executivo da Alshop, a preocupação do brasileiro em não contrair mais dívidas pode até ser benéfica ao varejo. “Aquelas pessoas que já conseguiram melhorar o seu nível de endividamento não querem assumir novos riscos, logo, na compra de algum presente, procuraram aliar à sua disponibilidade de gasto menor”, comenta.