EUA confirmam aumento de tarifas para produtos chineses

Como havia anunciado o presidente Donald Trump, os Estados Unidos confirmam a política de dificultar a entrada de produtos chineses no País

crédito; Shutterstock

Os Estados Unidos confirmaram, nesta sexta-feira, que vão aumentar as tarifas para importações de produtos chineses, conforme já havia anunciado o presidente americano Donald Trump, via Twitter.

O impacto deve ser de 200 bilhões de dólares sobre os produtos chineses, com um aumento na tarifação de 15 pontos percentuais, passando de 10% para 25% do valor dos produtos. Os Estados Unidos é hoje o maior importador de produtos chineses no mundo e em março o país registrou déficit comercial com a China de 20,7 bilhões de dólares em valores não ajustados.

Apesar da vantagem comercial da China nas relações comerciais entre os países, os Estados Unidos conseguiram reduzir consideravelmente o déficit, sendo que, em março, foi o melhor resultado desde 2014, mesmo ainda sem a tributação extra.

No total das relações comerciais, os Estados Unidos acumularam, em março, déficit de 50 bilhões de dólares. Os Estados Unidos têm apostado em medidas para recuperar parte da importância da sua indústria no mundo.