Netshoes vende operação na Argentina

Enquanto é especulada a venda de sua operação no Brasil, a Netshoes confirma a venda da sua subsidiária no país vizinho

Marcio Kumruian, fundador da empresa (foto: Douglas Luccena)

Diante de uma crise que parece interminável, a Netshoes está decidida a concentrar os seus esforços na operação brasileira. A empresa acaba de comunicar à SEC (o equivalente à CVM no Estados Unidos) a venda de sua operação na Argentina – a NS3 – nesta semana para o grupo BT8. A NS3 manterá direito de uso da marca e da plataforma ainda por 18 meses, segundo comunicado da empresa, depois de um aporte final de 2,4 milhões de dólares. Os valores da operação ainda não foram divulgados.

No ano passado, a Netshoes já havia se livrado da operação no México, que foi adquirida pela Sierra Capital. Em comunicado, a empresa afirma que “o desinvestimento da companhia de suas operações na Argentina está em linha com a estratégia de focar nas operações centrais no Brasil”.

Um dos primeiros unicórnios brasileiros, a Netshoes abriu capital na bolsa de Nova York, mas não aconteceu o investimento imaginado e a empresa logo viu seu valor de mercado despencar. Hoje, não vale nem 10% do que já valeu um dia.

No Brasil

Também está sendo ventilada a venda da operação da Netshoes no Brasil. Magazine Luiza e B2W (dona do Submarino e Americanas) – duas das maiores varejistas on-line do País – estariam interessadas na operação nacional da empresa.