Jeff Bezos perde 4% da Amazon após divórcio

Jeff Bezos, CEO da Amazon, fica agora com fortuna de “apenas” 97,5 bilhões de dólares. Já Mackenzie, sua ex-mulher, entra para o hall das pessoas mais ricas do mundo com 4% do valor total da varejista

Crédito: Shutterstock

A fortuna produzida pela maior varejista on-line do mundo, a Amazon, para seu fundador, Jeff Bezos, será dividida em dois. Com o divórcio do casal Bezos e Mackenzie Bezos, o criador da empresa passa a ficar com 75% de suas ações, enquanto a esposa terá 25%.

A decisão fragmenta a fortuna de Bezos, deixando de um total de 130 bilhões de dólares, “apenas” 97,5 bilhões de dólares. Sua ex-mulher passará a integrar a seu patrimônio a quantia de 32,5 bilhões. O montante de Mackenzie corresponde a 4% do valor total da Amazon, que, em setembro do ano passado, havia passado de 1 trilhão de dólares. O valor estratosférico logo baixou para níveis mais próximos da realidade. Antes da separação, Jeff tinha 16% de toda a empresa.

Em janeiro, Jeff e Mackenzie haviam anunciado a separação, mas a divisão da fortuna ainda não havia sido estabelecida.

Entre os mais ricos do mundo

O anúncio foi feito pelos próprios envolvidos, via Twitter. A separação fará de Mackenzie uma das três mulheres mais ricas do mundo, perdendo apenas para Françoise Bettencourt Meyers, herdeira da L’Oreal, e Alice Walton, herdeira do Walmart.

E mesmo com a perda em seu capital, Bezos manterá a posição e homem mais rico do mundo e o controle sobre as decisões da empresa.

MacKenzie não terá controle nenhum sobre a Amazon e de nenhum dos outros negócios dos quais Bezos é acionista majoritário, como Washington Post e a empresa de exploração espacial Blue Origin.