Google aponta maior procura por barras de chocolate do que por ovos

Levantamento do Google em sua ferramenta de busca aponta que brasileiro está priorizando o preço nas compras de chocolates para a Páscoa

Procura por ovos de Páscoa cresceu apenas 1% nos últimos 3 anos., contra mais de 40% de barras e chocolates mais baratos (foto: Unsplash)

Em busca da melhor relação custo x benefício e por conta da crise econômica, o consumidor tem procurado alternativas ao ovo de Páscoa. De acordo com dados internos do Google, as buscas por barras de chocolate e por chocolates baratos cresceram, em média, 49% e 44%, respectivamente, nos últimos três anos. No mesmo período, as buscas por ovos de Páscoa subiram apenas 1%.

Dados do Google apontam ainda que o feriado religioso é celebrado por 85% dos brasileiros. Apesar o potencial da data, as buscas por ovos de Páscoa cresceram apenas 1% em média nos últimos três anos. No mesmo período, as buscas por barras de chocolate cresceram 49%. Para 10% dos entrevistados, a internet é o melhor lugar para realizar a compra dos ovos de Páscoa.

A rede de supermercados Prezunic, do Rio de Janeiro, pretende comercializar 70 toneladas de chocolate na Páscoa, valor que representa um crescimento de 5% na comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo a rede, os ovos-surpresa, que possuem brindes, são os mais procurados para as crianças e os bombons para os adultos, que também optam por ovos de tamanho médio.

LEIA MAIS
Entenda o porquê do preço meio amargo dos ovos de Páscoa?
Faturamento do comércio na Páscoa deve chegar a R$ 2,4 bilhões
Varejo aposta em caça ao tesouro e realidade aumentada para ampliar vendas na Páscoa

A Abicab (Associação Basileira das Indústrias de Chocolates, Amendoim e Balas) aponta que, em 2018, apesar do aumento discreto nas vendas, foram produzidas 11 mil toneladas de ovos e produtos de Páscoa, 26% maior que o registrado no ano anterior.

O faturamento do setor de chocolates ao longo de todo o ano de 2018, para além das datas comemorativas, foi de 13 bilhões de reais e a produção de chocolates e achocolatados cresceu 6,5%.

Presentes de Páscoa

Para 2019, 80% dos entrevistados pelo Google dizem que pretendem comprar chocolate para presentear na Páscoa. Do total de 500 entrevistados que responderam a uma pesquisa on-line do Google em fevereiro de 2019, 85% do total afirmou que celebra a data e 45% que consome doces.

Além disso, outros itens como cestas de Páscoa e a tradicional colomba pascal também estão em alta nas buscas, com aumento de 12% e 9% em volume, no mesmo período analisado. Outros itens relacionados à Páscoa mas não aos chocolates também aparecem em destaque nas intenções de compra: 51% dos entrevistados disseram que pretendem decorar a casa para a Páscoa.