Em parceria com Mauricio de Sousa, McLanche Feliz agora vai distribuir livros

Para a campanha deste ano, os estúdios Maurício de Sousa produziram 10 histórias inéditas e exclusivas para o McDonald’s, que serão distribuídas em cinco livros

cred: Shutterstock

O McDonald’s, em parceria com a Mauricio de Sousa Produções, agora oferece, na compra de um McLanche Feliz, a possibilidade de o cliente escolher entre um livro ilustrado com duas histórias de personagens da Turma da Mônica ou um brinquedo, correspondente à campanha vigente. A primeira edição do McDonald’s voltada para a leitura aconteceu em 2013 e alcançou toda a América Latina. De lá pra cá, foram mais três iniciativas, que resultaram na distribuição de 14 milhões de exemplares na região.

No Brasil, as histórias englobam dinossauros, oceanos e predadores, e há ainda textos de escritores brasileiros como Vinicius de Moraes, Ana Maria Machado e Ziraldo. Em 2017, o projeto se renovou e uma parceria com a Mauricio de Sousa Produções permitiu a entrega de seis livros da Turma da Mônica em todo o Brasil – união que se repete agora. “Essa é uma campanha pela qual temos muito orgulho, por meio dela podemos estimular à leitura e o tempo de qualidade em família. Os livros são excelentes para a conexão entre pais e filhos, um momento que certamente ficará marcado na formação cultural dos pequenos”, afirma David Grinberg, vice-presidente de Comunicação Corporativa e de Relações com Investidores da Arcos Dorados, franquia que administra a marca McDonald’s em 20 países da América Latina e Caribe.

 Para a campanha deste ano, os estúdios Maurício de Sousa produziram 10 histórias inéditas   e exclusivas para o McDonald’s, que serão distribuídas em cinco livros. São eles:

• Cebolinha em: A Máquina de Fantasias | Astronauta em: Qualquer semelhança é mera   coincidência
• Chico Bento em: Amor de verão | Piteco em: Viagem no tempo
• Cascão em: É você mesmo | Penadinho em: Festa de outro mundo
• Mônica em: A melhor hora do dia | Bidu em: Mal-entendido
• Magali em: A história da princesa comedora de ervilha | Tina em: Quando tudo dá errado´

E pela primeira vez, dentro do app do McDonald’s é possível ter uma experiência de leitura mais interativa. A leitura ganha sons que são acionados por palavras-chave contidas nas histórias. “Muitos adultos já têm o hábito de contar histórias fazendo as vozes dos personagens ou imitando sons. Esta funcionalidade vai ajudar ainda mais nessa experiência, pois trará novos detalhes que farão todos se encantarem pelos livros”, detalha Grinberg.

A empresa diz abraçar o tema e procurar se tornar um catalisador de mudanças, se comprometendo com as famílias a expandir o número de leitores no mundo. “Ler em voz alta é um hábito que passa de geração para geração, reforçando os laços entre pais e filhos desde a infância – um dos pilares da marca”, diz o comunicado da rede. “Numa realidade em que 30% das famílias brasileiras nunca tiveram acesso a um livro, eu não poderia perder a oportunidade de fazer chegar mais de 2 milhões de exemplares a esses potenciais leitores. Sempre estarei aberto a propostas como essa, que tenham como objetivo o estímulo à leitura”, diz Mauricio de Sousa.