Confira 6 tendências em produtos e serviços voltados para pets

De massagem a produtos com maconha, segmento pet avança no Brasil e no mundo, e varejo pode se beneficiar com o aumento da presença de pequenos animais dentro das famílias

cred: Shutterstock

O Brasil é o terceiro maior mercado pet em faturamento do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da Inglaterra. De acordo  o último levantamento da Abinpet, foram R$ 20,3 bilhões movimentos pelo segmento em 2017. A Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação estima uma população de 113,4 milhões de pets no Brasil.

Os Estados Unidos respondem por 41% do montante de US$ 119,5 bilhões movimentado no mundo em produtos para pets. Como líder do mercado, o país também dita tendências no segmento. Assim como no Brasil, a revista Forbes mostrou que por lá, os bichinhos estão ocupando o lugar das crianças nas famílias. Seriam 54,6 milhões de animais de estimação nos lares norte-americanos contra 52,8 milhões de crianças. De acordo com a Forbes, o varejo será forte em seis tendências para o mundo pet, confira:

Serviços de spa
De cortes na moda e “pata-dicures” para tratamentos faciais de com frutas e massagens, serviços de spa estão sendo adaptados para animais de estimação. Este é um segmento seguramente para classes sociais de maior poder econômico. A franquia Dogtopia, por exemplo, oferece serviços de creches e spas em 87 locais nos EUA e no Canadá.

Produtos com cannabis
Algumas empresas, como a Pet Releaf (no Colorado), comercializam maconha sem THC para animais de estimação como um tratamento contra ansiedade, convulsões, artrite e outras dores. A Associação Americana de Medicina Veterinária chegou a solicitar ao departamento de controle de drogas, nos Estados Unidos, para desclassificar a maconha como droga, tamanho potencial da substância no segmento.

Vigilância
Como os animais de estimação substituem os bebês, é normal que seus donos fiquem com saudades ou preocupados quando estão longe deles. A Furbo, uma câmera conectada a aplicativos, substitui as babás e, além de exibir imagens em tempo real, permite que os pais conversem com seus filhotes e, até mesmo, liberem guloseimas. A Furbo oferece um serviço baseado em assinatura com gravação em nuvem de 24 horas, alertas de atividades e vídeos de destaque compilados. A Furbo usa inteligência artificial, então sua capacidade de reconhecer comportamentos incomuns melhora com o tempo.

Cuidados com a saúde e o bem-estar
Em média, um gato de interior pode viver até aos 18 anos e um cão de tamanho médio até aos 11 anos, mas seus donos sempre querem prolongar esses anos. Como resultado, mais varejistas estão oferecendo carrinhos de locomoção (como os de bebês), rampas, suplementos e alimentos especialmente formulados, inclusive para as aves. O site Handicappedpets.com, por exemplo, é especializado em itens de cuidados e segurança para animais que já desenvolveram algum tipo limitação, como fraldas e ‘auréolas’ para cães cegos – que evita colisões – entre outros produtos para ajudar animais de estimação mais velhos ou deficientes viverem confortavelmente.

Dentes
Tratamentos dentários para pets deixou de ser algo exótico e já entra no orçamento dos humanos. Segundo a Forbes, o mercado global de higiene oral para animais de estimação deverá crescer 6,2% de 2017 a 2022, chegando a US$ 2,2 bilhões.

Tatuagem
Embora fora da lei em alguns estados nos Estados Unidos, incluindo Nova York, grupos como o PETA defendem tatuagens de animais de estimação para fins de rastreamento e identificação. Mas muitos donos já aderem ao ornamento por puro efeito estético.