Associação Comercial de SP: vendas crescem 5,9% em fevereiro no varejo paulistano

De acordo com a entidade, crescimento foi por influência do efeito-calendário, e não do aquecimento da economia

O movimento de vendas do varejo paulistano cresceu em média 5,9% em fevereiro em relação ao mesmo mês do ano passado, mas por influência do efeito-calendário, e não do aquecimento da economia. A informação é do Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). As transações a prazo aumentaram 4,9%; já as comercializações à vista avançaram 6,8%.

O presidente da ACSP, Alencar Burti, explica que dois fatores enfraqueceram a base de comparação. Em fevereiro de 2018, houve um dia útil a menos e foi realizado o Carnaval (que em 2019 cai em março). “Muitos paulistanos viajam no Carnaval, esvaziando a cidade e afetando negativamente o comércio; isso provavelmente será percebido agora no começo de março. O Carnaval é uma data boa para o setor de serviços, mas fraca para o comércio”, afirma Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Variação mensal
Na comparação com janeiro de 2019, o movimento do comércio da capital caiu em média 3,1% em fevereiro de 2019 ― os recuos foram de 1,4% nas vendas a prazo e de 4,8% à vista. “É normal que as vendas sejam mais fracas nesta época do ano. Além disso, janeiro contou com dois dias úteis a mais”.

12 meses
Ao se avaliar o período acumulado dos últimos 12 meses terminados em fevereiro de 2019 com os 12 meses anteriores ― uma análise livre de efeitos sazonais e calendário ― o balanço mostra crescimento médio de 2,1% no movimento das vendas, dentro do ritmo apresentado nos últimos meses de 2018.

O Balanço de Vendas é elaborado pelo Instituto de Economia da ACSP com base em amostra da Boa Vista SCPC.