Mercado Livre investe na Liftit, empresa colombiana de logística

Estratégia é focar na distribuição expressa dentro dos grandes centros e otimizar o trecho conhecido como ‘última milha’

Crédito: divulgação

Parte essencial para o e-commerce, a logística ganha cada vez mais atenção das varejistas. O Mercado Livre acaba de anunciar o investimento, por meio do Meli Fund, na colombiana Liftit.  De acordo com a empresa, em rodada que somou US$ 14,3 milhões, o investimento contou também com a participação de empresas como IFC, Monashees, Jaguar Ventures e NXTP.

“Este investimento está alinhado com nosso anseio por apoiar soluções logísticas cada vez mais eficientes. Seja a partir da nossa própria malha logística, seja pelo incentivo ao desenvolvimento de parceiros, nossa meta é oferecer uma experiência ainda melhor para nossos usuários, tanto do lado de quem vende, quanto do lado de quem compra”, afirmou Renato Pereira, diretor de Desenvolvimento Corporativo no Mercado Livre Brasil por meio de comunicado à imprensa.

LEIA MAIS
Amazon insiste em entrega por drones e fecha parceria com a NASA
Starbucks amplia serviço de entrega nos EUA em parceria com Uber Eats
Drones? Walmart corre atrás de caminhoneiros para atender demanda crescente

Ainda segundo o Mercado Livre, a escolha pela Liftit considerou a plataforma que combina uma ampla rede de motoristas, de diversos perfis e portes de carga. “Com foco nos negócios que têm a necessidade de distribuir seus produtos de forma expressa dentro dos grandes centros. Isto permite gerir, em tempo real, todo tipo de entrega conhecida como ‘last mile delivery’”, diz a nota.

A Liftit já é líder de mercado na Colômbia e possui operações no México, Brasil, Chile e Equador. A partir desta rodada de investimentos a empresa planeja acelerar seus planos de expansão regional.

Desde sua criação, o Meli Fund já realizou 27 aportes em toda a América Latina, nove deles no Brasil, em negócios com iniciativas em áreas como full-commerce, integradores, sistemas de gestão e empresas de business intelligence, tecnologia financeira e logística.