E-commerce cresce 12% em 2018, diz Ebit/Nielsen

Setor faturou mais de R$ 53 bilhões no ano passado e perspectiva de alta se alta se mantém em 2019. Volume de vendas no canal cresceu 10%

cred: Shutterstock

O comércio eletrônico manteve o ritmo de crescimento em 2018. Segundo a Ebit/Nielsen, o setor faturou R$ 53,2 bilhões no ano passado, alta de 12% na comparação com 2017. Foram realizados 123 milhões de pedidos nas lojas virtuais brasileiras, 10% a mais que no ano anterior. O crescimento em 2018 é maior que o avanço de 2017, quando o e-commerce teve alta de 7,5% e  faturou R$ 47,7 bilhões. O ticket médio teve ligeira alta (1%) e chegou a R$ 434 em 2018.

A expectativa para 2019 é que a expansão seja ainda maior: 15%. A projeção é que o comércio eletrônico fature R$ 61,2 bilhões com 137 milhões de pedidos, o que representaria um crescimento de 12% no número de vendas. O ticket médio deve ter novo avanço, desta vez de 3%, e chegar a R$ 447.

LEIA MAIS
Varejo cresce 2,3% em 2018, melhor resultado em cinco anos
Varejo deve retomar nível de crescimento pré-crise em 2020, diz CNC

Um relatório divulgado em agosto do ano passado pela Nielsen previa faturamento e ticket médio maiores em 2018. “Registramos mais pedidos do que o previsto e, em compensação, menor ticket médio, mas esse é um excelente indicador, pois é reflexo direto da chegada de novos consumidores – cerca de 10 milhões em 2018”, explica Ana Szasz,  líder comercial para Ebit/Nielsen.