Sonae MC Portugal gerencia em tempo real 3,7 milhões de cartões de programa de fidelidade

Grupo aposta em plataforma aberta integrada a APIs. Durante o pico de atividade para o Natal foram 2,5 mil operações por minuto

Com o avanço da tecnologia no varejo e o movimento em direção à omnicalidade, é preciso um controle operacional extremamente robusto. No Grupo Sonae MC, gigante varejista com atuação que abrange supermercados, franquias, farmácias, clínicas estéticas e pet care, negócios que renderam um faturamento de 4,1 bilhões de euros em 2018, essa robustez foi ainda mais essencial ao estabelecer uma parceria ousada para seu programa de fidelização, o Cartão Continente, criado em 2007 e que reúne hoje 3,7 milhões de cartões.

“O varejo está sendo dominado por players que nasceram digitais que geraram uma boa experiência de compra e passaram a abrir lojas e trazer essa experiência positiva para o canal físico também”, ressalta João Riqueza, delivery manager na Sonae MC Portugal. E o desafio hoje, diz João, é conhecer o cliente para oferecer essa melhor experiência, agregar valor a ela.

Segundo o executivo, 90% das transações na frente de caixa são fidelizadas, o que dá muita informação sobre os padrões de consumo das famílias portuguesas. Ainda assim o grupo decidiu ampliar o programa. Como estratégia, o Grupo Sonae MC se aliou a outros varejistas, como especializados (como rede de produtos esportivos), de alimentação, com postos de gasolina e até mesmo com a TAP, e utilizam um só cartão para todas as transações. “Isso rendeu uma taxa de penetração inédita no país. Conhecer o cliente e sua forma de interagir com as marcas é básico hoje”, comentou João.

A iniciativa exigiu um enorme desafio tecnológico e a primeira ação foi abrir a plataforma e integrar com APIs, relatou João, que falou sobre a importância de uma arquitetura de informação aberta e dados em streaming durante a The Everywhere Store, evento promovido pela Tlantic que ocorre dentro da NRF 2019 para debate e troca de experiência entre a comunidade varejista.

Com a ação, o cliente tem disponível em seu app, por exemplo, a nota fiscal digital da compra em tempo real. São mais de 40 APIs integrados ao programa de fidelidade. “A arquitetura corporativa e de produtos deve ser aberta – APIs para plug e play – e orientada para streaming de eventos – para agilizar os insights dos clientes”, avalia João. Para a plataforma mobile, são mais de 30 APIs em implantação, nas POS mais de 40 integrando informações de vendas e devoluções em tempo real. Durante o pico de atividade para o Natal em Portugal, no dia 24 de dezembro, foram 2,5 mil operações por minuto. “Com a variedade de canais disponíveis que os consumidores têm à disposição para interagir com as marcas e os desafios da sobreposição do físico e do digital, marcas e empresas tem que ter uma estratégia aberta para empoderar as interações do consumidor entre equipes e canais”, orienta.