Franquias esperam crescimento de dois dígitos para 2019, aponta ABF

Associação divulgou também a prévia dos resultados do setor em 2018. Confira os números

cred: Shutterstock

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) prevê um crescimento no faturamento entre 8 e 10% para o setor ao final de 2019. A entidade crê ainda que a criação de empregos no setor deve subir 5%, o mesmo número referente à expansão da rede física (número de unidades).

Quanto ao faturamento, a expectativa para 2019 supera os resultados prévios do ano passado, divulgados pela associação nesta semana. A receita bruta em 2018 subiu 7%. O número relativo à criação de postos de trabalho, porém, deve sofrer uma desaceleração. É esperado crescimento de 5% no número de vagas. O crescimento do número de unidades deve manter o crescimento do ano anterior.

André Friedheim, presidente da ABF, aponta que os resultados de 2018 foram puxados principalmente pelo quarto trimestre (depois das eleições e com a ajuda da Black Friday e do Natal). “Houve uma recuperação perceptível das vendas no varejo e especificamente no franchising neste último trimestre, somada a um sentimento de maior otimismo refletido na elevação da bolsa e em outros indicadores”, aponta.

Pontos físicos alternativos

A prévia apontou um ritmo maior da expansão do total de unidades em operação no Brasil. Em 2018, essa taxa foi de 5%, enquanto que em 2017 e 2016, esse valor foi menor, 2% e 3,1%, respectivamente. “A gente vê uma busca de franqueados por pontos alternativos e os fraudadores estão preocupados em abrir unidades em pontos alternativos sem perder a identidade da rede. Ele faz uma adaptação sem mudar seu DNA”, complementa Friedheim.