Drones? Walmart corre atrás de caminhoneiros para atender demanda crescente

Enquanto se fala de novas (e exóticas) soluções para delivery, o Walmart aumenta sua frota de caminhões para atender demanda crescente

Crédito: Shutterstock

O Walmart quer ampliar a rede de caminhoneiros que prestam serviço para o maior varejista do mundo. Hoje, a empresa administra a terceira maior frota de caminhões privados dos Estados Unidos e integrou ao seu time, só em 2018, 1.400 novos motoristas.

A divisão de cadeia de suprimentos do Walmart está dedicada, desde agosto do ano passado, em intensificar seus esforços na contratação. A American Trucking Association estima que os Estados Unidos terão 175 mil caminhoneiros em 2026. Há, segundo matéria da Chain Store Age, uma escassez de caminhoneiros no país. O cenário se torna mais crítico com o aumento da demanda.

LEIA MAIS
Walmart anuncia programa para entregas com veículos autônomos
Amazon insiste em entrega por drones e fecha parceria com a NASA

A necessidade de contratação de novos motoristas acontece por conta do aumento nas vendas do Walmart ao logo de 2018. As vendas na categoria “mesmas lojas” (que contempla apenas as lojas que já existiam até o fim do ano anterior-2017) cresceram 3%. Pode parecer pouco, mas já é suficiente para forçar a capacidade logística do varejista.

Pequeno aumento

O Walmart divulgou que está programando um aumento no pagamento para os motoristas. Isso deve acontecer a partir de fevereiro. O acréscimo será de um centavo por milha e um pagamento adicional por cada chegada. Com isso, a média de ganho dos motoristas será de 87.500 dólares por ano.