Índice que antecede a produção industrial cresce 33% em novembro

Lançamento de produtos em novembro indica otimismo para 2019. Índice é medido pela Associação Brasileira de Automação

Crédito: Pexels

O índice GS1, que mede a intenção de lançamento de novos produtos no Brasil, cresceu 33,8% em novembro na comparação com outubro. O dado é dessazonalizado, o índice original também subiu: 9,8% na comparação mensal. O número mostra o otimismo dos empresários brasileiros, já que o índice é calculado com base nos pedidos de códigos de barras pelas empresas.

O índice original (que não leva em conta sazonalidades como feriados e datas comemorativas) cresceu 19,4% no acumulado de janeiro a novembro de 2018 comparado com o mesmo período do ano passado. O indicador é medido pela Associação Brasileira de Automação.

“O resultado do mês de novembro trouxe um índice positivo para todas as regiões do país, esse foi o melhor resultado acumulado em 12 meses desde fevereiro de 2016. Faltando apenas um mês para o encerramento do ano, podemos afirmar que 2018 foi um ano de superação com uma maior confiança do empresariado e boas perspectivas para 2019”, analisa Virginia Vaamonde, CEO da Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil.

Setores

O setor que mais cresceu no índice GS1 foi o têxtil. Em novembro, os pedidos no segmento mais que triplicaram – o crescimento foi de 231,1% no índice dessazonalizado. Já o setor de Bebidas teve crescimento de 30,7% na comparação mensal, também no índice livre dos efeitos das sazonalidades. O segmento de Alimentos cresceu 21,6%.

Enquanto isso, os pedidos à indústria do setor de Vestuários e Acessórios caíram 4,6% em novembro. No acumulado do ano, porém, o segmento tem alta de 27,4%. O setor de Produtos diversos também caiu. No entanto, a queda foi maior em novembro: alcançou 17,6%. No acumulado do ano, o índice teve alta de 35,1%.