Fusão da Pizza Hut com a Telepizza é aprovada pela Comissão Europeia

Acordo prevê que rede espanhola opere unidades da franquia norte-americana, com exceção das lojas em funcionamento no Brasil. Plano conta com a abertura de 1,3 mil pontos

Pizza Hut no Brasil seguirá sob a gestão da família de Carlos Wizard

A Comissão Europeia autorizou o processo de fusão entre a Pizza Hut e a Telepizza, rede de pizzarias que nasceu na Espanha em 1987. A decisão do colegiado europeu foi comunicada ontem ao regulador do mercado de capitais espanhol, o equivalente a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) brasileira.

Após meses de negociações, Bruxelas aprovou o modelo de parceria aprovado pelos grupos controladores das duas redes de alimentação. Finalizado em junho deste ano, ele prevê que os proprietários da Telepizza passem a comandar todas as franquias da Pizza Hut fora dos EUA. A única exceção será o mercado brasileiro. Por aqui, a rede norte-americana conta com cerca de 180 lojas espalhadas por 60 cidades. São 70 franquias no Estado de São Paulo.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

Mesmo com a fusão, o acordo assinado entre as duas empresas não prevê a unificação das marcas. Hoje, além das unidades em Portugal e na Espanha, a Telepizza possui lojas na Rússia, Polônia, Angola, Emirados Árabes Unidos, Venezuela, Bolívia, Chile, Peru, Equador, Colômbia, Guatemala, El Salvador e Panamá.
Segundo os sócios das duas empresas de fast-food, a operação resultará na abertura de mais 1,3 mil lojas, a maioria com a marca Pizza Hut.

Leia mais: Família de Carlos Wizard Martins adquire KFC e Pizza Hut no Brasil