Mulheres empreendedoras já lideram quase 60% das lojas on-line

Uma pesquisa da Nuvem Shop aponta crescimento robusto do número de mulheres empreendedoras na internet desde 2016. Confira

As mulheres são maioria entre os empreendedores no mundo virtual. Uma pesquisa da Nuvem Shop entre julho de 2017 e julho de 2018 sobre uma base de quase 200 mil lojas virtuais cadastradas na plataforma apontou que quase 60% das lojas on-line são gerenciadas por mulheres.

No levantamento de 2016, o número de mulheres à frente de negócios on-line era de 48,2% contra 51,8% de homens. Já em 2017, as mulheres passaram à frente, liderando 50,3% dos e-commerces, com um salto de mais de 7 pontos percentuais neste ano, chegando a 57,6%.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

O segmento de moda é o preferido das mulheres que empreendem na internet, com 64% da preferência, seguido por saúde e beleza, com 58%. Casa e decoração representam 45% e eletrônicos, 23%. Os números extrapolam os 100% porque há negócios que vendem mais de um segmento.

O crescimento da vertical de moda no ambiente on-line foi o mais acentuado nos últimos 12 meses, com 14% de aumento. Beleza e saúde cresceu 6%.

Negócios mais consistentes

A Pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2016 em parceria com o Sebrae apontou que a taxa de sucesso dos empreendimentos femininos naquele ano ficou em 15,4%, acima dos 12,6% dos negócios tocados por homens. Os dados contemplam as empresas com até três anos e meio de existência. O estudo indicou também que as mulheres foram responsáveis por 51,5% dos novos negócios criados no Brasil à época.

No segmento de startups, o desempenho das mulheres é ainda mais impressionante. Um relatório do The Boston Consulting Group apontou que startups fundadas por mulheres faturam 78 centavos por cada dólar investido, mais que o dobro das lideradas por homens, que tem uma média de retorno de 31 centavos por dólar investido.