Empresário Deusmar Queiróz é preso por crimes contra o sistema financeiro

Deusmar Queiróz, que fez fortuna no varejo, foi preso acusado de crimes contra o sistema financeiro á frente de sua correta de valores. Saiba mais

O empresário Deusmar Queiróz foi preso no último sábado, no Ceará. Ele é acusado de cometer crimes contra o sistema financeiro à frente da sua empresa, a Renda Corretora de Valores. A corretora teria atuado entre 2001 e 2006 sem registro na CVM e se beneficiado ilegalmente de compras ilegais de ações para especulação.

Queiróz também é dono da rede de farmácias Pague Menos. Representantes da Pague Menos ressaltam que as operações da Polícia Federal não atingem a rede varejista, que passará a ser dirigida pelo filho de Deusmar, Mário Henrique Alves de Queirós.

O empresário se apresentou, na noite de 8 de setembro, à Polícia Federal conforme ordem da juíza Cíntia Brunetta, da 12ª vara de Justiça Federal do Ceará. Ele se entregou na superintendência da PF no Estado e foi encaminhado para a unidade prisional Irmã Almeida, em Aquiraz, região metropolitana de Fortaleza.

A primeira condenação de Queiróz aconteceu em 2012, em primeira instância. No ano seguinte, ele foi condenado em segunda instância. A pena para o empresário é de 9 anos e dois meses de prisão, com pagamento de multa de 2.500 salários mínimos.