O Boticário inaugura primeira loja em Dubai, nos Emirados Árabes

Perfumes, maquiagens e demais produtos de beleza brasileiros estão Dubai. O Boticário inaugurou sua primeira loja em um dos celebrados shoppings da cidade

O Boticário inaugurou sua primeira loja nos Emirados Árabes com um portfólio de mais de 400 itens. A cidade escolhida para receber a loja foi Dubai, um dos maiores centros de negócios do mundo. O local escolhido foi o shopping Mirdif Mall.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

A varejista brasileira fechou parceria com o fundo de investimento local Milennium Capital para levar os produtos brasileiros ao Oriente Médio. “A qualidade dos nossos produtos nos credencia para chegar agora em Dubai, uma cidade tão cosmopolita, na qual as pessoas têm acesso a opções do mundo todo”, afirma o vice-presidente de Franquias do Boticário, André Farber.

As negociações entre o Grupo Boticário e o fundo de investimentos emiradense começaram há mais de um ano, com a procura dos árabes por grandes marcas da América Latina para levar àquela região. “Do nosso lado, foi uma oportunidade irrecusável de ampliar a nossa atuação internacional, de levar a alquimia única e a qualidade dos nossos produtos para novos consumidores”, avalia Farber.

Produtos Boticário nos Emirados

Segundo o Grupo Boticário, as perfumarias de maior sucesso no Brasil e no mundo serão levadas aos Emirados Árabes, entre elas Malbec, Lily e Elysée. A marca premium de maquiagem, Make B, e a de cuidados pessoais Nativa SPA e Cuide-se Bem, além da de cabelos, Match, também serão vendidas na nova loja.

Arquitetura

A loja em Dubai apresenta o novo modelo de pontos de venda do O Boticário, com apelo sustentável. Segundo a marca, o mobiliário modular exige menos intervenções com obras civis, reduzindo a produção de resíduos. O projeto usa menos acrílico e plástico e otimiza as necessidades de aço (100% reciclado), alumínio e chapas de MDF.

Toda a madeira utilizada na loja é certificada e a iluminação é toda em LED, o que reduz o consumo energético em até 20%.

Leia também: Michael Kors negocia compra da Versace por US$ 2,3 bilhões