Walmart compra a Flipkart e acirra disputa pelo mercado indiano

Varejista americana adquiriu 77% do maior e-commerce da Índia e entra na disputa pelo mercado com a Amazon, que controla 27% do comércio eletrônico do país

Crédito: Shutterstock

Depois de muita especulação, o Walmart fez uma aquisição importante. A gigante americana comprou o marketplace indiano Flipkart por US$ 16 bilhões. Com a negociação, a tradicional varejista dos Estados Unidos acirra a disputa com a Amazon pelo promissor mercado do país asiático. Atualmente, a empresa de Jeff Bezos tem 27% do e-commerce da Índia.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

O Walmart tem agora 77% do maior e-commerce indiano e vai dividir o controle das operações com o cofundador da Flipkart, Binny Bansal, e com a Microsoft, que já investiu na empresa. Esta é uma das maiores operações da multinacional fora dos Estados Unidos.

Amazon x Walmart

Além de se estabelecer no mercado asiático, o Walmart frustou a ofensiva da Amazon. Na semana passada, a rede fez uma oferta formal para comprar 60% da Flipkart. A companhia do CEO Jeff Bezos ofereceu US$ 14 bilhões para concretizar a aquisição, mas não conseguiu vencer a disputa. O player de e-commerce indiano já havia recusado uma oferta da Amazon há dois anos.

O Walmart está investindo no e-commerce para tentar impedir que a Amazon não abra uma vantagem ainda maior. Para se manter relevante no mundo digital, a empresa adquiriu a Bonobos, uma das principais marcas de vestuário da internet, no ano passado. A americana também comprou a Jet.com, em 2016.

Mercado disputado

A Índia é um território disputado pelos varejistas. Estima-se que o comércio eletrônico do país atinja U$S 200 bilhões em valor de mercado em uma década. A projeção para 2020 é de que a Índia tenha mais de 600 milhões de habitantes com acesso à internet. Se a estimativa for confirmada, o país fica atrás apenas da China.