Delivery de alimentos do Walmart deve chegar a 40% dos americanos

O Walmart fechou parceria com uma empresa de entregas e promete expandir o serviço de entregas nas compras on-line de alimentos para quase metade da população americana

Crédito: reprodução

O Walmart fechou parceria com a empresa Postmates para expandir seu serviço de entregas de alimentos a domicílio nos Estados Unidos. A ideia do varejista é ambiciosa, levar o serviço a mais de 40% das residências americanas. Só em 2018, a ideia é levar o serviço para 100 áreas metropolitanas por todo o país. Hoje, o serviço chega a seis dessas regiões.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

O serviço de entregas é realizado por um entregador da Postmates, que retira a compra em uma das lojas Walmart e leva até o endereço estabelecido pelo consumidor. A promessa do Walmart é realizar a entrega de alimentos no mesmo dia do pedido. As compras on-line que serão levadas pelo entregador precisam ser acima de 30 dólares e a taxa mínima de entrega é de 9,95 dólares. O primeiro pedido será gratuito, com um limite mínimo de compra de 50 dólares.

O Walmart viu no tamanho da frota da Postmates, com 160 mil entregadores, uma possibilidade de otimizar o sistema de entregas de alimentos comprados pela internet, um problema crônico para os varejistas do setor.

Outras soluções

Além da Postmates, o Walmart conta com a Uber e a Deliv para o serviço de entrega, mas em uma escala muito menor, ainda experimental. As duas empresas operam pequenas entregas nos mercados de Dallas, Denver, Orlando, Phoenix, Tampa e San Jose.

A rede está desenvolvendo, concomitantemente, um serviço de entrega por drones para dar mais uma opção ao cliente on-line. A solução é mais utilizada em compras de roupas e aparelhos eletrônicos.

O Walmart oferece ainda um serviço gratuito de entrega de alimentos fora do estabelecimento. Em 1.200 lojas da rede, há um serviço de entrega de produtos comprados pela internet na calçada do estabelecimento. A ideia é reduzir filas dentro das lojas e agilizar os serviços click and collect. A ideia será expandida para outras mil lojas ainda neste ano.

As informações são do portal Chain Store Age.

Leia também: 

Walmart instala primeiros terminais de self-checkout no Brasil