O que falta para o contactless emplacar no Brasil?

Carteiras digitais já são implementadas pelo mundo e despontam como o futuro dos meios de pagamento . Mas por que ainda não se popularizaram no País?

Nem todo mundo sabe, mas estima-se que 70% das máquinas de pagamento (ou pouco mais de três milhões de maquininhas de débito ou crédito) em uso no Brasil possuem uma tecnologia de pagamento por aproximação, dentre elas o NFC. Tudo maravilhoso, certo? Mas por que essa tecnologia ainda não massificou no País ou até mesmo mundo afora?

No mercado de meios de pagamento, há quem diga que 2018 será o ano do tal “contactless” ou o pagamento por meio de carteiras digitais, seja presente no seu smartphone ou em outro dispositivo com a capacidade de se conectar à internet.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

Essa é uma das apostas da Visa, que exibe na Campus Party alguns exemplos de pagamento por meio de carteira digitais. De acordo com Leandro Garcia, gerente de produtos da Visa, a tecnologia está madura e há uma diversidade de carteiras digitais disponíveis, tais como Samsung Pay, Apple Pay, entre outros. Mas por que não há uma massificação do contactless no Brasil?

“O que falta é treinar o varejista para usar a tecnologia. Uma das ações da empresa neste ano é incentivar as empresas que oferecem as máquinas a treinar o comerciante. Penso que 2018 será o ano dos pagamentos por aproximação”, afirma Garcia.

Evidentemente que existem outros gargalos que precisam ser superados, caso da própria aceitação do consumidor. Para vencer mais essa barreira, uma das ações de empresas como a Visa é oferecer uma série de serviços que estimulem o uso de carteiras digitais.

“Já existem casos de empresas que oferecem clube de vantagens, acúmulo de pontos, entre outras ideias. Outras ações devem surgir ao longo do ano”.

Com o avanço da tecnologia de pagamento por aproximação, as empresas já pensam em outras maneiras mais fluidas de pagamento. Pulseiras, relógios e até anéis (a Visa trouxe o produto para o Brasil durante as Olimpíadas) vem sendo usados. Dessa forma, não deve demorar a surgir outros dispositivos usados para o pagamento de produtos e serviços. Qual será o próximo gadget usado para pagar contas?