7 Preocupações globais que podem afetar os negócios, segundo CEOs

Pesquisa global com CEOs da PwC mostra quais são as preocupações globais deles que devem afetar os negócios agora e nos próximos anos

cred: Shutterstock

Um mundo globalizado traz muitas oportunidades para os negócios. Ao mesmo tempo, tamanha conexão entre os países também traz algumas preocupações. A pesquisa anual realizada pela PwC com CEOs de todo o mundo mostra os principais pontos de atenção dos grandes executivos quando o assunto é o crescimento dos seus negócios em 2018.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

As principais incertezas mapeadas pela consultoria neste ano foram:

1- Incertezas geopolíticas (citadas por 85% dos CEOs);
2- Excesso de regulação (83%);
3- Ameaças cibernéticas (80%);
4- Crescimento da carga tributária (78%);
5- Terrorismo (77%);
6- Populismo (77%).
7- Protecionismo (76%).

Oportunidades

Mesmo em meio às preocupações, os CEOs globais nutrem boas expectativas para 2018. Principalmente quando o assunto é parceria entre os países. Segundo a pesquisa, as nações mais importantes para estratégia de crescimento, na visão dos executivos, são Estados Unidos (46%), China (33%), Alemanha (20%) e Reino Unido (15%) estão no topo da lista. Para 7%, Brasil e França estão entre os três países mais importantes nos planos de suas empresas.

Os setores da economia mais confiantes com o crescimento dos negócios nos próximos 12 meses são: tecnologia (48%), serviços às empresas (46%) e farmacêutica (46%).

“O otimismo dos CEOs sobre a economia global está sendo impulsionado pela força dos indicadores econômicos. Com o crescimento acelerado do mercado de ações e a previsão de alta do PIB na maioria dos principais mercados em todo o mundo, não é surpresa que os CEOs estejam tão entusiasmados”, analisa Bob Moritz, chairman global da PwC.

Leia também
Retomada: CEOs brasileiros esperam voltar a crescer nos próximos três anos