Uber pode reduzir o medo dos brasileiros de comprar pelo celular

O aplicativo de transporte pode ser um aliado na tarefa de reduzir o medo que os brasileiros têm de realizar compras pelo celular

Crédito: Divulgação

A pesquisa Total Retail 2017, que contempla vários países do mundo, aponta que um dos maiores impedimentos para o consumidor brasileiro comprar pelo celular é o medo de ter os dados roubados. Para 29% dos consumidores omnichannel, a segurança é um entrave para as operações mobile.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

Ricardo Neves, sócio e líder de varejo e consumo da PwC, aponta que essa receio pode estar sendo combatido por um aliado inesperado, o aplicativo de transporte Uber. Segundo o executivo, a grande disseminação do aplicativo por todo o país, dos bairros mais ricos aos mais pobres, e a obrigatoriedade do registro de cartões de crédito pode facilitar a reversão desse medo. “O surgimento do Uber com cadastramento de cartão de crédito impôs uma queda de barreira psicológica interessante”, afirma Neves.

Outros entraves

A pesquisa da PwC aponta que a sensação de falta de segurança é apenas o terceiro maior entrave para o consumidor omnichannel brasileiro, aquele que visita vários canais para realizar uma compra via smartphone. O maior impedimento é o tamanho da tela, para 44% das pessoas, seguido pela dificuldade de usar os sites mobile, para 30%.

Apesar dos receios e das limitações do serviço, o maior crescimento entre os canais do varejo omnichannel na concretização da compra é das plataformas mobile, que quase dobraram o número de atividades de 2012 a 2017, passando de 17% para 32%.

O número de brasileiros que fazem consulta pelo celular antes de comprar é de 53%, maior que a média mundial, de 44%. Porém, enquanto 32% dos brasileiros que realizam compra consultando mais de um canal concluem a operação no smartphone, no mundo, esse índice é de 37%.

Leia também:

Vendas mobile dominam varejo eletrônico no mundo