Era das fusões entre farmácias e planos de saúde é inaugurada nos EUA

A rede de farmácias CVS e a de planos médicos Aetna unem-se procurando redução de custos e acesso a informações sobre a saúde do cidadão americano

Crédito: Shutterstock

A fusão da rede de farmácias CVS Health e da gigante dos seguros Aetna promete inaugurar a era das uniões entre planos de saúde e varejistas de medicamentos nos Estados Unidos. A ideia principal é reduzir um dos maiores custos nos planos de saúde, o de fornecimento de medicamentos para os pacientes. Analistas apontam que a redução pode variar entre 15% e 20%.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

A união também abrange uma gama importante de dados médicos e farmacêuticos que serão unidos sobre variáveis que afetam a saúde das pessoas, possibilitando conhecimento profundo sobre desenvolvimento de doenças e eficiência de tratamentos, um enorme diferencial de mercado. Leva-se em conta também que as redes farmacêuticas garantem muito mais pontos de contato com os consumidores para os planos de saúde.

 

Casamento de dados 

Espera-se, assim, melhorar a personalização do atendimento no setor de saúde como um todo. A integração entre os planos e as farmacêuticas deve promover uma eficiência considerável na prescrição de medicamentos e na distribuição, além da otimização de processos. As projeções são de Duane Harrington e Maulik Bhagat, executivos da AArete, consultoria especializada em uso de dados, e publicadas pelo portal Chain Store Age.

Segundo os analistas, os planos de saúde concorrentes devem reagir à fusão como estratégia de defesa ao longo de 2018, assim como aconteceu em outros setores neste ano, com uma proliferação de megafusões.