Como vender mais durante a Black Friday, segundo o Sebrae

Transparência e preparação são alguns dos itens que o empreendedor deve levar em conta para as vendas da Black Friday, que acontece nesta sexta, 24

Crédito: Shutterstock

A Black Friday já começou, e os empreendedores do varejo nas lojas físicas e em e-commerces já começaram as vendas que antecipam as compras do Natal.

Os lojistas que querem ter mais sucesso nas vendas, no entanto, devem ter alguns cuidados, como anunciar preços com transparência e, no caso das lojas online, certificar-se que o cliente deve saber que o site é seguro e as informações fornecidas serão confidenciais. As dicas são do Sebrae, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora!

A seguir estão algumas dicas dadas pela entidade:

Planejamento

Para a Sebrae, é importante que o empresário trace um plano de ações da empresa com antecedência (focado em marketing, logística, comercial, estoque e tecnologia) especialmente para esse dia, estimulando a fidelização do cliente.

Equipe

Prepare sua equipe e reforce o time se necessário.

Atendimento ao cliente

É importante estabelecer canais de relacionamento com o consumidor, por exemplo, e-mail marketing. A ação estimula as compras dos clientes que se interessam por determinado produto ou marca.

Descontos: transparência é fundamental entre empresas e clientes. Divulgue sempre a redução real e o máximo de informações, como preço inicial, final e porcentagem. Clientes antigos (já cadastrados) podem ter uma porcentagem maior de desconto.

Peças-chave

Ofereça e destaque os produtos que são desejados, os mais vendidos ou mais procurados. Dessa forma é possível atrair clientes que visitam o site e também ampliar as vendas de outros itens. Ofereça um detalhamento de cada mercadoria, com informações completas e imagens de qualidade.

Logística

trace estratégias e estabeleça parcerias comerciais para entregar os produtos no prazo informado, mesmo com um maior fluxo de vendas. Se o frete for muito alto ou o prazo de entrega for longo, é possível que o cliente desista da compra.

Capacidade

Para quem tem um comércio online, o sistema deve estar preparado para um grande número de acessos, caso contrário o site pode ficar instável e sair do ar, impossibilitando que os consumidores finalizem suas compras.

Suporte

Quanto mais ágil for a empresa na hora de entrar em contato com o cliente para sanar as possíveis dúvidas e dificuldades, mais satisfeito ele estará com a marca. Tendo em vista que a Black Friday dura apenas um dia, é importante ter um suporte 24h na data.

Pagamento

Ter uma variedade de opções de pagamento, por exemplo, boleto, pay pal e cartões de crédito, além de condições de parcelamento especiais, é um diferencial para o negócio, ainda mais se a empresa efetua transações de tíquete médio mais alto.

Segurança

O cliente deve saber que o site é seguro e as informações fornecidas serão confidenciais.

Pós-venda e fidelização

Aproveite o momento para conhecer o seu cliente e fidelizá-lo.  Possibilite excelentes experiências de compras para os seus clientes.

Mais dicas

Os clientes que aproveitam as datas promocionais, em geral, buscam realizar compras há muito tempo desejadas.

Entre os produtos oferecidos pela sua empresa, faça uma pesquisa prévia sobre quais os itens que têm potencial de venda ou que se tornarão atrativos com a proposta de descontos e, por isso, devem ser colocados na promoção.

Analise a margem de lucro e negocie condições especiais com os fornecedores. Se não houver planejamento estrutural, logístico e financeiro, a empresa pode ter prejuízo e este, sem nenhuma dúvida, não é o objetivo. Importante que a loja se prepare para grandes volumes de vendas. O aumento da demanda implica num processo de maior operação da loja, exigindo ainda mais preparado e disposição.

Transparência

A definição dos preços e os descontos não podem ser camuflados. A transparência é fundamental para participar da Black Friday.

Os órgãos de defesa do consumidor, como os Procons, orientam os compradores a pesquisar preços nas lojas onde pretendem fazer as compras promocionais, para que tenham certeza de que os valores não foram alterados antes do desconto.

Ser transparente

Para o Sebrae, a definição dos preços e os descontos não podem ser camuflados. A transparência é fundamental para participar da Black Friday.

Os órgãos de defesa do consumidor, como os Procons, orientam os compradores a pesquisar preços nas lojas onde pretendem fazer as compras promocionais, para que tenham certeza de que os valores não foram alterados antes do desconto.