4 Marcas de varejo que apostam em realidade virtual

O momento é de oportunidade para empresas que apostam em realidade virtual para melhorar a experiência dos usuários e de seus próprios funcionários

cred: Shutterstock

Quando se pensa em realidade virtual é muito comum imaginar jogos eletrônicos ou visitas a museus sem sair de casa. Mas os pesquisadores são unânimes em dizer que, em poucos anos, a tecnologia terá impacto em todos os mercados da economia.

Isso porque, com a diversificação e evolução da tecnologia, estima-se que cada vez mais usuários usem realidade virtual várias vezes ao dia.

Pensando neste futuro não tão distante, algumas empresas já se anteciparam e fizeram os primeiros testes com realidade virtual em seus produtos. Na lista estão gigantes já conhecidas pelo público tradicional e outras pouco famosas, mas que prometem revolucionar o mercado de varejo.

Confira as empresas que usam realidade virtual para melhorar seus serviços

1. eBay

A gigante de e-commerce se alinhou, em maio do ano passado, com a rede de lojas australiana Myer para criar a primeira loja de departamentos de realidade virtual do mundo.

Em qualquer lugar, o usuário pode utilizar o óculos de realidade virtual e o aplicativo da eBay para loja e escolher entre mais de 1,5 mil produtos vendidos nas lojas físicas Myer.

O programa é altamente personalizado. No início da experiência, o consumidor pode selecionar suas áreas de interesses ajudando o aplicativo a customizar o serviço, oferecendo primeiro para o usuário os itens mais interessantes.

Toda a navegação pela loja, escolha e pesquisa de produtos é feita apenas com o movimento dos olhos. No final, é possível escolher quais produtos vão para o carrinho da sua conta no eBay.

2. iGUi

Testar vários modelos de piscinas, no quintal da sua casa, mas sem precisar fazer sequer um furo no chão. Essa é a proposta da iGUI que utiliza óculos de realidade virtual para simular todo o projeto de construção da piscina ainda no momento de pré-venda.

“É uma ferramenta que auxilia todos os envolvidos no projeto: o consumidor, que vai ter uma perfeita visão de como vai ficar sua piscina no local escolhido; o franqueado, que não terá problemas futuros sobre a localização da instalação, e também ao arquiteto, já que facilita o desenho do ambiente”, justificou o projeto Filipe Sisson, CEO e fundador da iGUi Worldwide, por meio de nota.

Em maio, 10 franqueadas da marca foram escolhidas para testar o serviço pelo Brasil. Cada uma delas contará com um exemplar do óculos Gear VR da marca Samsung para oferecer a experiência para o cliente.

3. InVRsion

A startup italiana quer impactar de vez a forma de organização do varejo. Munida de óculos de realidade virtual, a InVRsion ajuda empresas a entender situações como posicionamento de produtos, linhas de visão e jornada do cliente.
A tecnologia aplicada dessa forma ajuda os empresários a definirem desde o melhor lugar para montar uma loja ao melhor local para por em prática suas estratégias de marketing. Todo o processo de pesquisa e definição pode ser feito mesmo sem o espaço físico ter sido construído ou reformado.

4. Walmart

A maior varejista do mundo está usando realidade virtual para treinar seus funcionários nos Estados Unidos, diz o site de notícias americano Business Inside.

Para isso, contou com a tecnologia da startup STRIVR, especializada em tecnologia e que já trabalhou com outras empresas gigantes como a Pepsi.

Durante o treinamento, os funcionários usam o óculos especial e fones de ouvidos para simular o cotidiano nas lojas, sem sair da sala de aula.

Durante a simulação das atividades, que variam de atender multidões de férias ou fazer a limpeza do ambiente, o instrutor e os demais alunos avaliam o desempenho do futuro funcionário em uma tela de vídeo durante a aula.