MPEs brasileiras ainda estão tímidas para investir, revela indicador

Por: Leonardo Pinto 2.151 views

As micro e pequenas empresas (MPEs) começaram o ano com aumento na confiança, mas dados apontam recuperação insuficiente para se comemorar, segundo SPC

Crédito: Shutterstock

As empresas de menor porte do Brasil iniciaram 2018 um pouco mais dispostas a realizar investimentos em seus negócios. No entanto, ainda há timidez segundo os dados do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), divulgados nesta segunda-feira.

A revista NOVAREJO digital está com conteúdo novo. Acesse agora! 

Em termos percentuais, pouco mais de um terço (35%) dos micro e pequenos empresários manifestaram intenção de promover investimentos nos próximos três meses. Em dezembro do ano passado, 29% dos entrevistados demonstraram interesse em investir.

A pesquisa revela que o Indicador de Demanda por Investimento avançou 11,9 pontos em 12 meses. O avanço das MPEs foi de 29,5 pontos em janeiro de 2017 para 41,4 pontos em janeiro deste ano.

Com essa alta, o índice atinge a maior marca da série histórica, que teve início em janeiro de 2015. Apesar do crescimento, o resultado ainda é considerado modesto. Quanto mais próximo de 100, maior o apetite para promover investimentos nos próximos três meses.

Ritmo de investimentos das MPEs

Para o presidente da CNDL, José Cesar da Costa, a sondagem indica que ainda não há intenção significativa de investimento por parte das MPEs. “A partir do momento em que observarmos maiores quedas reais dos juros e um ambiente econômico mais estável, haverá certamente um estímulo maior para investimentos nas empresas. Infelizmente, o ritmo de melhora da confiança ainda é lento”, afirma o presidente

Leia também:

Quase metade dos empreendedores do MEI possui ensino superior

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.